Continuidade das Sessões e Alta

Continuidade das sessões:

A necessidade da continuidade nas sessões é identificada a cada sessão da mesma forma que o Terapeuta assinala as prioridades do corpo, mas a palavra final é do cliente. Ele tem total liberdade para decidir se deseja voltar, se tem condições devido a questões financeiras e ao próprio tempo e, assim, entrar em acordo quanto à periodicidade. No entanto, sempre que possível, procuro respeitar o que o corpo assinalou. A sessão é sempre remarcada. Na véspera, envio mensagem por telefone ou e-mail lembrando o cliente da sessão e solicitando confirmação da presença. Caso o cliente desmarque e diz que avisará depois o dia que pretende voltar, eu aguardo esse retorno. Não costumo me comunicar com o cliente caso seja ele que tenha desmarcado.Vejo isso como uma maneira de respeitar a vontade e a privacidade do cliente em não querer retornar.

Persistir nas sessões:

Também vai de acordo com a disponibilidade do cliente. Essa é uma decisão que do meu ponto de vista compete ao próprio cliente. Somente ele é capaz de identificar o que ocorre em si mesmo a partir dos motivos que o levou a procurar a terapia e o que conseguiu alcançar. Essa é uma praxe particular a partir das minhas experiências nesses anos em que estou atendendo.  Muitos fatores podem influenciar na decisão de não continuar, como por exemplo: medo diante das novidades que surgem e dos sofrimentos que isso podem ocasionar, outro fator é a culpa, já que as mudanças inteferem na forma como se relaciona com o outro.  No decorrer das sessões, deve-se ter coragem para lidar com os conteúdos ocultos que são mostrados e, assim, começar seu processo de mudança. E mudar requer trabalho, maturidade, disciplina, coragem e aceitação dos fracassos e dos pontos negativos. A mudança vem também pela razão, ao fortalecê-la, chega-se a ações mais tolerantes, aprende-se a lidar com as contrariedades, a aceitar de maneira mais dócil os reverses da vida. Persistir para ver luz em sua própria vida, esse é o fundamental!

Por exemplo:

Às vezes, as sessões possuem um determinado tema que se repete, dando a ideia de que algo ainda não foi modificado nos padrões de comportamento do paciente. Esse é um sinal da necessidade de se ter paciência e persistir nas sessões, pois apesar da calma, serenidade, algumas questões de conceitos, crenças ainda estão muito enraizadas e as sessões ainda não trouxeram a flexibilidade necessária que esse cliente necessita. Mas, se o cliente decidir que está ótimo, esse movimento é respeitado.

Troca de Informações:

No entanto, o ideal é construir essa decisão a partir de informações trocadas com o Terapeuta que poderá ajudar nessa autoanálise. Essa troca de informações começa a partir dos motivos que conduziram o cliente para a sessão e se essas condições/motivos foram realmente sanados, como também é importante medir, quantificar mesmo em percentuais, como a pessoa se sente em relação a tudo o que ocorre em seu íntimo e se esses fatores estão realmente equilibrados, trazendo para ele a questão da serenidade, do estar centrado e mais consciente das questões essenciais da sua vida.

Alta no Sintonia do Corpo Terapia:

Com a Terapia Body Talk,  o paciente vai aos poucos tendo condições de lidar melhor com tudo o que ocorre em sua vida e o equilíbrio que o Body Talk ajuda o cliente a ter, começa a mostrar uma durabilidade maior. No entanto, alguns pacientes optam por continuar ao longo dos anos porque entendem o equilíbrio energético no mesmo patamar da necessidade de se fazer exercício físico, se alimentar adequadamente, etc.

Há um caminho individual, pessoal e instransferível durante os atendimentos. Observa-se que ocorre certa progressão nas modificações internas da pessoa, uma estruturação que vai demonstrando a sua maturação. E o cliente vai percebendo e, por isso, é ele que se dá alta nesse atendimento. É o paciente que sabe o que está ocorrendo consigo mesmo no seu dia a dia.

ESSA TERAPIA NÃO SUBSTITUI OUTROS TRATAMENTOS DA MEDICINA TRADICIONAL. PROCURE SEMPRE O SEU MÉDICO E SIGA CORRETAMENTE SUAS PRESCRIÇÕES E ORIENTAÇÕES.

Comments are closed.