Prioridades

Nem tudo o que é importante é prioritário:

Prioridades significam quais partes do corpo necessitam de ser equilibradas para que a comunicação do corpo seja restabelecida de maneira sincronizada no momento da sessão.

Nem tudo o que é importante é prioritário, ou seja, o que pode ser importante para o cliente, ou para o Terapeuta, talvez não seja importante para o corpo naquele momento da sessão.

Por exemplo:

O cliente chega com uma demanda de dor de estômago, no entanto essa demanda pode não ser a prioridade do corpo no momento da sessão porque o corpo assinala que antes do estômago ele precise de equilíbrio no fígado para ajudar a eliminar o excesso de raiva, no joelho para melhorar a flexibilidade e na tireoide para melhorar o metabolismo da vida. Pode ser que essas demandas do corpo estejam ligadas ao problema do estômago e, assim, ele melhore, sem a necessidade de equilíbrio direto do estômago.  Às vezes, o corpo assinala a própria demanda como prioridade e basta uma sessão para que o problema trazido pelo cliente seja solucionado. Outras vezes, são necessárias outras sessões até o estômago apresentar uma melhora.

Finalidade da Dor:

Também há a possibilidade da não solução da dor do estômago porque a finalidade dessa dor é para que a pessoa aprenda lidar com suas emoções, com as críticas excessivas a si e ao outro, para que não engula rápido o alimento, assim como tudo na sua vida.  O equilíbrio do estômago virá para que o cliente esteja aberto a novas ideias, flexibilizando conceitos, crenças e atitudes, podendo assimilar melhor a vida através de novos e saudáveis pensamentos. Pode ser que a dor não vá totalmente embora e fique ali, à espreita, pronta para aparecer sempre que a pessoa escorregar nas suas atitudes de ficar remoendo ou dramatizando os acontecimentos, pois somente assim aprenderá como lidar consigo mesmo e com suas atitudes emocionais frente aos fatos. Tudo é possível. Tudo é relativo.

Possibilidade de Cura:

Na sessão nada é direcionado pela vontade consciente do cliente ou do Terapeuta, pois as sessões ocorrem de acordo com o direcionamento dado pela interação energética entre cliente e Terapeuta.

O Terapeuta Body Talk trabalha com a possibilidade de cura, assim como o cliente. Ela pode ocorrer de imediato como também pode não ocorrer, ou ocorrer após um tempo, pois é o corpo da pessoa que irá conduzir esse processo de cura. O mesmo processo acontece quando tomamos um remédio: ele pode de fato nos ajudar em nossa melhora como também pode não ajudar. O Terapeuta tem a consciência de que não deve ter ideias pré-concebidas de como a cura irá ocorrer, ou seja, ele não dever ter ideias sobre como se trata determinada demanda e o que ela significa.

É nesse sentido que o Terapeuta Body Talk irá direcionar a sua atenção: ouvir o que o corpo de cada pessoa está dizendo no momento da sessão, ouvir as prioridades dentro da especificidade de cada pessoa.

 

ESSA TERAPIA NÃO SUBSTITUI OUTROS TRATAMENTOS DA MEDICINA TRADICIONAL. PROCURE SEMPRE O SEU MÉDICO E SIGA CORRETAMENTE SUAS PRESCRIÇÕES E ORIENTAÇÕES.

Comments are closed.